Por Agência Trii
20 de Abril de 2022

Se você chegou neste artigo, provavelmente já sabe o quão importante é uma gestão de SEO. Ela permite que você apareça entre os primeiros resultados nos buscadores de forma orgânica, ou seja, sem pagar. Mas quando falamos em plataformas de busca digitais, as mudanças acontecem de uma forma bem mais rápida do que a gente espera e gostaria. Por isso, no artigo de hoje, a Trii veio te contar quais são as últimas mudanças no algoritmo do Google que podem impactar no seu SEO e diretamente nas suas vendas. Continue a leitura e descubra! 

Mudanças no algoritmo do Google em 2022

1 – Cronograma para a classificação da experiência na página em computadores do Seacrh Console

A primeira grande mudança do ano anunciada pelo site foi esse cronograma. Ele foi lançado com base na atualização de experiência na página lançada para dispositivos móveis, que ocorreu entre junho e agosto de 2021. E agora ele vai fazer a mesma coisa, mas para computadores. Em outras palavras, podemos dizer que as principais métricas da web (LCP, FID e CLS) também são aplicados à classificação em computadores. 

O processo começou em fevereiro e terminou em março. Além disso, o Google ofereceu suporte aos proprietários de sites nesse processo através do seu blog. Dessa forma foi possível saber exatamente o que estava sendo considerado para a experiência da página. 

2 – Foco na experiência de usuário por URL

Antes o foco era na página, mas agora o Google está trabalhando com priorização de URLs com melhor carregamento e, além disso, suas interações com os usuários.

Na verdade, o objetivo continua sendo oferecer uma melhor experiência para quem navega. No entanto, agora as análise são mais precisas e isso impacta diretamente na posição do site. Essa mudança é ainda mais importante para quem tem site e-commerce porque vai fazer com que as lojas trabalham suas estratégias de tráfego orgânico de forma mais técnica. Ou seja, podemos dizer que o robô vai entender e avaliar o quão fluida a página é, além do tempo de carregamento no mobile

3 – Core Web Vitals

Esse é o nome dado pelas métricas criadas pelo Google para mensurar a experiência do usuário nos sites. Sim, mais uma das mudanças no algoritmo do Google quer focar na experiência das pessoas. Ela está prevista para entrar no final de maio e deve ser concluída até o final de agosto. Lembrando que vai ser ainda mais importante fazer as alterações necessárias especialmente no mobile. 

Pense no seguinte cenário: duas páginas vendem o mesmo produto e quando o cliente entra na sua página, que não carrega no tempo que ele gostaria de esperar, ele fecha a página e clica no próximo link. Esse segundo abre imediatamente e em poucos segundos ele consegue fazer a compra. Ou seja, você perdeu uma venda apenas pela demora do carregamento da sua página. 

No geral, uma página não deve demorar mais que 7 segundos para carregar. Esse é o tempo limite que um usuário aguarda o carregamento. Qualquer tempo após isso, é arriscado. 

Para entender melhor, o fator que mais vai influenciar na experiência de carregamento de páginas para SEO são as 3 Core Web Vitals: 

  • Largest Contentful Paint (LCP) – avalia a velocidade;
  • First Input Delay (FID) – avalia a interatividade; 
  • Cumulative Layout Shift (CLS) – avalia a estabilidade visual.

4 – Mudanças radicais no e-commerce

Com as mudanças no algoritmo do Google, a competição está ainda mais acirrada para quem tem e-commerce. Isso porque donos de lojas já sabem a importância de anunciar e essa prática está cada vez mais competitiva. Dessa forma, a melhor maneira de se diferenciar é com o investimento em tráfego orgânico. 

Mas o que isso quer dizer? A resposta é simples: melhorar a facilidade de navegação do usuário. Em primeiro lugar, pense como se fosse uma loja física. Você não costuma entrar em uma loja que tenha a vitrine cheia de informações e/ou bagunçada. E se o atendimento não for bom, você fica com aquela impressão que ninguém liga para a sua compra. O mesmo acontece no digital. Todas as ações devem ser focadas – mais uma vez – na experiência intuitiva de uso. Isso vale desde a navegação, quando o cliente acha sua loja no Google, até a finalização da compra. 

DICA DE OURO: um ambiente com fácil navegação + textos atrativos e claros + preços competitivos = “fórmula mágica” para conversão efetiva e, consequentemente, seu sucesso em vendas. 

Não pense que só por ser um e-commerce você não precisa de uma plataforma direcionada para SEO. Facilite o acesso às informações dos produtos. Cada vez mais as pessoas querem agilizar o processo e ter a informação a apenas um clique de distância pode fazer toda a diferença. 

Ah! Não se esqueça de aliar um conteúdo de autoridade aos seus produtos e estratégias de venda. E a melhor maneira de fazer isso ainda é o bom e velho blog. Ter um conteúdo bem informativo traz credibilidade para o seu negócio. E, além disso, consegue conquistar novos clientes e fidelizar os antigos

O algoritmo do Google é o faz, de fato, o trabalho de filtrar e entregar as informações que você pesquisou. Essa ação é baseada ainda no comportamento de cada usuário. E se você ainda não sabe como fazer uma gestão efetiva de SEO ou como essas mudanças no algoritmo do Google vão impactar o seu negócio, conte com a ajuda da Trii. 

Deixe o gerenciamento de SEO em nossas mãos!

A Trii possui resultados comprovados: 70% dos nossos clientes com mais de seis meses de trabalho estão no TOP 3 do Google orgânico e os outros 30% na primeira página. Isso nos fez ganhar o selo de Google Partner que nos coloca entre 3% das agências de melhor resultado no Brasil.

Além disso, nosso time de analistas de SEO é certificado e trabalha em cima de estratégias específicas para o seu nicho. Conte com a melhor agência de SEO do RJ para conquistar o topo do Google! Entre em contato e converse com um de nossos especialistas